Hot Widget

Type Here to Get Search Results !

Ads

Ministro israelense pede resposta “desproporcional” que “abalará Teerã”

 

Ministro israelense pede resposta “desproporcional” que “abalará Teerã” após ataque do Irã Ministro das Finanças diz que Israel deveria fazer governo iraniano “lamentar o momento em que sequer pensou em disparar”.
Tanque israelense perto da fronteira com Gaza
Tanque israelense perto da fronteira com Gaza7/4/2024 REUTERS/Amir Cohen

O Ministro das Finanças de Israel, Bezalel Smotrich, disse que a resposta de Israel ao ataque do Irã deveria infligir um “preço [de resposta] desproporcional” e “abalar Teerã” para dissuadir o país de futuras ofensivas.

Ele afirmou que a resposta de Israel deveria fazer Teerã “lamentar o momento em que sequer pensou em disparar” e ser “feroz, severa e infligir um preço [de resposta] desproporcional”.

Smotrich, que tecnicamente também é ministro do Ministério da Defesa de Israel devido a um acordo alcançado nos acordos de coligação, destacou à Rádio do Exército de Israel que a natureza da resposta iria “moldar a posição [de Israel] no Oriente Médio”.

A resposta, segundo ele, “deveria abalar Teerã, para que todos lá percebam que não deveriam mexer conosco”, acrescentando que “esta é a língua falada no Oriente Médio”.

O ministro, que lidera o partido de extrema-direita Sionismo Religioso, também ressaltou que Israel deve manter seus laços estratégicos com os Estados Unidos e outros parceiros, mas deve evitar que se encontre em um “abraço de urso, que irá limitar e tornar somos incapazes.”

Smotrich não é membro do gabinete de guerra de Israel, órgão que o gabinete de segurança autorizou a decidir como responder ao ataque iraniano.

À medida que as tensões na região se intensificam, muitos líderes mundiais apelaram por moderação enquanto Israel avalia a dimensão e o alcance da sua resposta ao Irã.


Facebook


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Top Post Ad

Below Post Ad

Ads Section